segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Algo além da compreensão.

Não fale de mim ou das minhas dores com tanto conhecimento de causa, as coisas nunca são iguais nos seus detalhes, então não me banalize! Isso eu não consigo suportar, porque eu sou os meus medos, eu sou minhas dores tanto quanto minha alegria, meu contentamento. Não questione, não reclame e se achar tudo isso loucura vá embora! Vá buscar o que você quer, não tente inventar nada em mim.

E não adianta querer-me no seu mundo, na sua vida desesperadamente. Não adianta Beber-me, alimentar-se de mim como um vampiro emocional. Nada disso vai me trazer pra perto...

O amor pode ser tudo, todas essas besteiras nas quais me recuso a acreditar, tudo! Menos possuir o outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário